O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) é o órgão da Prefeitura de São Paulo responsável pelo monitoramento das condições meteorológicas na Capital. Espelhado em modelos preventivos existentes em outras metrópoles mundiais, foi criado em novembro de 1999, após uma inundação de grande proporção que tomou a região do túnel do Anhangabaú em março do mesmo ano.

Para compor o quadro de funcionários do Centro, foram recrutados profissionais com ampla experiência no assunto. Alocado em uma sala na Central de Operações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o CGE passou a reunir meteorologistas, engenheiros, técnicos em meteorologia e monitoramento e assessores de imprensa, incumbidos de monitorar, coletar e transmitir informações relacionadas a chuvas, temperatura e umidade relativa do ar para diversas secretarias municipais e órgãos como Defesa Civil, CET, Corpo de Bombeiros, prefeituras regionais, entre outros, munícipes e os mais variados veículos da imprensa, incluindo os principais jornais, revistas, portais de notícias na internet e emissoras de rádio e TV.

Com o apoio de imagens de radar em tempo real, imagens de satélite, modelos numéricos de previsão, radiossondagem, dados de estações meteorológicas e rede telemétrica, a equipe do CGE opera 24 horas por dia, incluindo finais de semana e feriados, informando a previsão do tempo, tendência e dados coletados através de atendimentos presenciais, telefônicos, e-mails e atualizações constantes no website www.cgesp.org.

Em parceria com a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), no período chuvoso, que compreende os meses de novembro a abril, o Centro se dedica ao Plano Preventivo Chuvas de Verão (PPCV), realizado em parceria com outros órgãos para prevenir os efeitos danosos provocados pelas fortes chuvas registradas no período. Neste trabalho, o CGE exerce a função de notificar e manter informados os órgãos participantes sobre as condições meteorológicas previstas, acumulado das chuvas, entre outros.

Ainda em parceria com a Comdec, nos meses mais secos o CGE é responsável pelo monitoramento dos índices de umidade relativa do ar, e nos meses mais frios, pela informação das baixas temperaturas. Quando em temperaturas inferiores a 13ºC, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMADS) sai às ruas em busca de moradores de rua para o acolhimento em Centros de Acolhida da Cidade.

Desde sua implantação, o CGE formou um vasto histórico de dados meteorológicos, dados estes que auxiliam não só os órgãos ligados à Prefeitura, mas também a estudantes, pesquisadores, imprensa, munícipes em geral e demais outros meteorológicos nacionais.