Sala de Imprensa

Março termina com chuvas ligeiramente abaixo do esperado

01/04/2024 17:54 - Segunda-feira

De acordo com os dados do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas - CGE da Prefeitura de São Paulo, órgão ligado à Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB), o mês de março termina com 138,7mm de índice pluviométrico médio na cidade, sendo que o esperado era 178,5mm, ou seja, foram 22,3% abaixo.

Foram 22 dias com índice pluviométrico, sendo o 05/03/2024 o mais chuvoso com 29,8mm de média na cidade. Historicamente são esperados 21 dias com chuva em março. O ano que registrou a maior sequência de dias com chuva na cidade, em um mês de março, foi o de 2022 com 27 dias. Já o ano com menor número de dias com índice pluviométrico ocorreu em 1997 com 13 dias.

“Como vem acontecendo desde a primavera, devido à influência do fenômeno El Niño, a chuva continua irregular e mal distribuída na capital paulista. A ausência de sistemas meteorológicos bem organizados favoreceu o registro pluviométrico abaixo da média em março”, explica o técnico em meteorologia do CGE da Prefeitura de São Paulo, Adilson Nazário.

Nas regiões da cidade, os índices foram:

Centro: 183,0mm

Zona Norte: 161,4mm

Zona Leste: 144,7mm

Zona Oeste: 125,4mm

Zona Sul: 102,2mm

 

 

As subprefeituras com os maiores índices de chuva foram:

Vila Maria/Guilherme Zona Norte: 224,5mm - A média esperada para esta sub, em março é de 170,8mm;

CGE, Centro: 227,3mm – A média esperada para esta sub, em março é de 196,9mm;

Itaim paulista, Zona Leste: 211,2mm - A média esperada para esta sub, em março é de 196,5mm;

São Miguel paulista, Zona Leste: 211,1mm - A média esperada para esta sub, em março é de 180,7mm;

Ermelino Matarazzo, Zona Leste: 197,1mm - A média esperada para esta sub, em março é de 216,0mm;

As subprefeituras que registraram os menores volumes foram:

Aricanduva/Formosa, Zona Leste: 99,5mm - A média esperada para esta sub, em março é de 180,5mm;

Campo Limpo, Zona Sul: 91,5mm - A média esperada para esta sub, em março é de 172,8mm;

Jabaquara, Zona Sudeste: 88,9mm - A média esperada para esta sub, em março é de 162,9mm;

Capela do Socorro, Zona Sul: 81,5mm - A média esperada para esta sub, em março é de 159,1mm;

Cidade Ademar, Zona Sul: 79,8mm - A média esperada para esta sub, em março é de 179,7mm;

O CGE da Prefeitura de São Paulo mantém informações de índices de chuva desde 1995 e de acordo com esses dados, os anos de março mais chuvosos foram:

2006: 338,8mm

1996: 306,2mm

2015: 253,9mm

2022: 243,8mm

1995: 236,3mm

Já os anos em que o mês de março acumulou os menores índices de chuva foram:

2011: 74,8mm

1997: 76,4mm

2020: 85,0mm

2008: 101,3mm

2004: 111,3mm

Os recordes de chuva já ocorridos no mês de março, desde 1995 são:

Dia mais chuvoso: 29/03/2006 com 73,3mm de média na cidade;

Ano mais chuvoso: 2006 com 338,8mm de média na cidade;

Ano com o menor índice de chuva: 2011 com 73,4mm de média na cidade;

Ano com o maior número de dias com chuva: 2022 com 27 dias com índice pluviométrico na cidade;

Subprefeitura com o maior índice de chuva em um único dia: Parelheiros, Zona Sul, com 141,7mm em 07/03/2017;

Subprefeitura com o maior acumulado no mês: Penha, Zona Leste, com 521,4mm em 2006;

Ano com o menor número de dias com acumulado de chuva: 1997 com 13 dias;

Com relação às temperaturas, a média da mínima esperada era de 19°C na cidade e a média da máxima de 28,4°C. Março de 2024 registrou mínima média de 19,6°C e máxima média de 28,8°C.

A persistência de um forte bloqueio atmosférico entre os dias 13 e 21, chamou a atenção neste mês de março, contribuindo para que as máximas superassem os 32°C. “Somente entre os dias 22 e 29, é que as máximas despencaram, devido ao rompimento deste sistema, causando uma queda das temperaturas. Ainda assim, a média ficou ligeiramente acima do esperado", comenta Nazário.

Médias de temperaturas ocorridas na cidade em março de 2024, conforme o monitoramento do CGE da Prefeitura de São Paulo:

A menor mínima média na cidade em 24/03/2024 com 16,3°C;

A maior mínima média na cidade, dia 16/03/2024 com 22,9°C;

A maior máxima média na cidade, em 17/03/2024 com 34,4°C;

A menor máxima média na cidade, em 28/03/2024 com 21,1°C;

Temperaturas absolutas, aquelas registradas em um único local, de acordo com o monitoramento do CGE da Prefeitura de São Paulo, em março de 2024:

A menor mínima absoluta, dia 26/03/2024 em Capela do Socorro, Zona Sul, com 14,2°C;

A maior mínima absoluta, dia 16/03/2024 em Santo Amaro, Zona Sul, com 25°C;

A maior máxima absoluta, dia 04/03/2024 na Mooca, Zona Leste, com 35,2°C;

A menor máxima absoluta, dia 23/03/2024 em Engenheiro Marsilac, Zona Sul, com 17,5°C;

O CGE da Prefeitura de São Paulo mantém informações de temperatura na capital paulista desde 2004, e de acordo com esse histórico, os recordes já registrados em março foram:

Mínimas:

Menor mínima média na cidade: 12°C em 31/03/2011;

Maior mínima média na cidade: 23,1°C em 12/03/2010;

Menor mínima absoluta, aquela registrada em um único local: 8,9°C dia 26/03/2020 em Engenheiro Marsilac, Zona Sul;

Maior mínima absoluta, aquela registrada em um único local: 24,8°C dia 02/03/2009 em Freguesia do Ò, Zona Norte;

Máximas:

Menor máxima média na cidade: 17,6°C em 18/03/2013;

Maior máxima média na cidade: 35,3°C em 01/03/2012;

Menor máxima absoluta, aquela registrada em um único local: 17°C em Freguesia do Ò, Zona Norte, dia 18/03/2013;

Maior máxima absoluta, aquela registrada em um único local: 38,4°C em Parelheiros, Zona Sul, dias 09/03/2005 e 10/03/2005;

Março transcorreu sob influência do fenômeno El Niño com forte intensidade, que tem como característica o aumento das temperaturas superficiais das águas do Pacífico Equatorial, e também marcou o fim do verão e a chegada do outono em 20/03 às 00h06. “Esse combo, verão mais El Niño, trouxe para a região Sudeste um aumento das chuvas, que durante o verão se formam principalmente pelas frentes frias, e a combinação do calor e da umidade, além do aumento das temperaturas”, comenta Nazário. “A partir de agora, com a chegada do outono, é esperado redução do volume de chuva, temperaturas mais baixas, nevoeiro, principalmente ao amanhecer, e ondas de frio, que devem acontecer a partir da segunda quinzena de maio”, complementa Nazário.

Sobre os recordes de temperaturas ocorridos no ano de 2024 até agora, o CGE da Prefeitura de São Paulo registrou:

Médias na cidade:

Menor mínima média: dias 24 e 26/01/2024 com 15,5°C na cidade;

Maior mínima média na cidade: 22,9°C dia 16/01/2024;

Maior máxima média: 17/03/2024 com 34,4°C;

A menor máxima média na cidade: 21°C em 27/03/2024

Absolutas, aquelas registradas em um único local:

A menor mínima absoluta: Engenheiro Marsilac, Zona Sul: 13,4°C dia 05/02/2024;

A maior mínima absoluta: Santo Amaro, Zona Sul: 25°C dia 16/03/2024;

Maior máxima absoluta: 09/01/2024 com 36,4°C na Vila Maria e na Mooca, Zonas Norte e Leste;

Menor máxima absoluta: Engenheiro Marsilac, Zona Sul, com 17,5°C em 23/03/2024;

Recordes de chuva em 2024:

Dia mais chuvoso do ano ocorreu em 12/01/2024 com 56,5mm;

Subprefeitura com o maior acumulado, Jabaquara, Zona Sudeste: 376,9mm no mês de janeiro; 

Região com o maior acumulado, Centro, com 336,4mm no mês de janeiro; 

 

Para abril são esperados 63,7mm de média de chuva na cidade. O abril mais chuvoso desde 1995 foi o do ano de 2012 com 145,3mm. Com relação às temperaturas, a média da mínima esperada é de 17,2°C e a média da máxima é de 26,2°C. “Os modelos numéricos de previsão estendida indicam que abril deve transcorrer com um El Niño perdendo força, portanto esperam-se chuvas e temperaturas dentro à ligeiramente acima da média”, finaliza o técnico em meteorologia do CGE da Prefeitura de São Paulo, Adilson Nazário.

Junho de 2024


D S T Q Q S S
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30

Maio de 2024


D S T Q Q S S
28 29 30 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31

Abril de 2024


D S T Q Q S S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30