Sala de Imprensa

Quarta-feira (15) registra a menor máxima média do ano

15/05/2024 17:39 - Quarta-feira

De acordo com os dados do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas - CGE da Prefeitura de São Paulo, órgão ligado à Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB), a tarde desta quarta-feira (15) registrou a menor máxima do ano. Foram 18°C de média na cidade, sendo que anteriormente a menor máxima média do ano havia ocorrido em 23/03/2024 com 18,4°C.

Já a menor temperatura máxima absoluta, aquela registrada em um único local, do ano, também ocorreu nesta quarta-feira (15) com 16,1°C na estação meteorológica automática de Engenheiro Marsilac, Zona Sul. A menor máxima absoluta do ano, anterior a esta havia ocorrido também em Engenheiro Marsilac, Zona Sul, no dia 23/03/2024 com 17,5°C.

Essa máxima mais baixa do ano ocorre após o mês registrar 13 dias com temperatura média acima do esperado. Em maio, a máxima média esperada é de 23,5°C e o mês registrou até o momento, 29,3°C, ou seja, 5,8°C acima do esperado. Já a mínima média esperada é de 14,5°C e a registrada até o momento é de 18,9°C, ou seja, 4,4°C acima. "O enfraquecimento temporário do Bloqueio atmosférico, massa de ar seco, que permanece sobre o interior do Sudeste e o Centro-Oeste do país, permitiu que uma frente fria de fraca atividade avançasse para o litoral paulista”, explica Thomaz Garcia, meteorologista do CGE da Prefeitura de São Paulo. “A rápida passagem desse sistema mudou o tempo em toda a faixa leste do estado e quebrou uma sequência de 26 dias sem chuva significativa na capital paulista, complementa Garcia".

O CGE da Prefeitura de São Paulo acompanha e mantém registro de temperaturas na capital paulista desde 2004 e de acordo com este histórico, a menor máxima média foi registrada em 18/05/2022 com 12,6°C na cidade. Já a menor máxima absoluta registrada desde 2004, ocorreu também em 18/05/2022 com 11,5°C na estação de Perus, Zona Norte.

“O ar frio que derrubou a temperatura perde força e se afasta para o oceano nos próximos dias. Com isso, o ar mais seco e quente que está sobre o interior paulista se expande e o sol volta a predominar na Grande São Paulo, que segue sem previsão de chuva”, comenta Thomaz Garcia.

A quinta-feira (16) vai começar com muitas nuvens e formação de névoa úmida, o que vai provocar restrição de visibilidade entre a madrugada e o amanhecer em alguns pontos da região metropolitana. Ainda pela manhã, o sol aparece e passa a predominar, o que vai facilitar a rápida elevação da temperatura. Mínima de 16°C e máxima de 28°C. Os índices de umidade apresentam acentuado declínio, com percentuais mínimos próximos a 35% à tarde.

A sexta-feira (17) será ensolarada, quente e seca na Capital paulista. Os termômetros oscilam entre 18°C ao amanhecer e 30°C no meio da tarde. Os menores índices de umidade se aproximam dos 30%.

Os dados do CGE da Prefeitura de São Paulo, mostram que maio registrou até o momento apenas 1,9mm, ou seja, 3,4% dos 55,3mm esperados para o mês. Os modelos numéricos de previsão estendida não indicam chuvas significativas até o fim do mês.

Junho de 2024


D S T Q Q S S
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30

Maio de 2024


D S T Q Q S S
28 29 30 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31

Abril de 2024


D S T Q Q S S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30